27 dezembro 2011

Mais sinónimos

Máquina que imprime as pesquisas na internet que a professora pede - Improfessora (Vasco, 6 anos)

Praia do Guincho com vento forte - Costa da Picarica(Leonor, 3 anos)

24 dezembro 2011

22 dezembro 2011

20 dezembro 2011

18 dezembro 2011

16 dezembro 2011

14 dezembro 2011

09 dezembro 2011

06 dezembro 2011

Nova perspetiva das coisas


Entre Fevereiro e Maio decorreu a primeira parte da exposição A Perspectiva das Coisas, A Natureza-Morta na Europa.

Entretanto, o acordo ortográfico, instalou-se.
Agora temos na segunda parte A perspetiva das coisas, a natureza morta na Europa.
No museu Calouste Gulbenkian, até 8 de janeiro podem ver na mesma perspetiva ou numa perspectiva diferente. Mas vejam, porque vale a pena.

29 novembro 2011

Biblioteca Municipal de Oeiras


No sábado, dia 3 de dezembro, a Biblioteca Municipal de Oeiras apresenta um encontro, com o objetivo de promover o património e a tradição oral. As atividades são gratuitas e organizadas pelos contadores do projeto Histórias de Ida e Volta

27 novembro 2011

Constância


No âmbito da XXV Feira do Livro de Constância, apresentaremos O Pinto Pançudo, no dia 30 de novembro.

09 novembro 2011

28 outubro 2011

2ª edição do festival ABETO - arte para bebés e todos os outros

Uma iniciativa de O teatro do Elefante, a decorrer entre 12 e 20 de novembro, em Setúbal.


(http://networkedblogs.com/p7iEj)

09 outubro 2011

22 setembro 2011

Outono

Caem as folhinhas,
é tempo de Outono.
Folhas amarelas
a cair de sono.

Vêm lá do alto,
lentas a pairar.
Folhas coloridas
a dormir no ar.

Mouro Serpa (também pode ser ouvido num tema composto por Joel Canhão e cantado por Isabel M. e Silva, em Cigarras em Flor)

09 setembro 2011

27 agosto 2011

21 agosto 2011

05 agosto 2011

Sinónimo

Banho de diversão - banho de imersão (Vasco, 6 anos)

28 julho 2011

Clube da Palavra

No próximo sábado, às 22h35m, estaremos presentes no Clube da Palavra (Canal Q) com A Lenga-lenga da Velha e Ribeira Mota. Poderão ver também em

25 julho 2011

- O que fazemos nós dentro destes corpos - disse o senhor que se preparava para se estender na cama ao lado da minha.
(...) -Talvez viagemos dentro deles - disse eu.
(...) -Como disse?
- Estava a referir-me aos corpos, talvez sejam como malas, em que nos transportamos a nós próprios.

António Tabucchi

10 julho 2011

Uma canção de embalar num belo filme



Sleep, my child upon my breast
Where it is snug and warm,
Mother's arms are tight around you
Her heart full of mother's love,
Nothing will break your slumber,
No one will harm you,
Sleep peacefully, dear child,
Sleep, fair on your mother's breast.
Sleep in peace, sleep this night

Sleep fair o beautiful one,
Why do you smile now
Smile so sweetly in your sleep?
Are the angels smiling from above
Upon you, smiling happily,
And you smile back, deep in slumber,
sleeping peacefully upon my breast.

Do not fear, only the sunshine
Is knocking at the door,
Do not fear, only a contented wave
Whispers on the sea shore.
Sleep my child, there is nothing here
To harm you,
Smile peacefully upon my breast
On the white angels yonder.

05 julho 2011

Ovelha Dolly (5 Jul 1996 - 14 Fev 2003)


Ovelha Dolly tem um problema
Ovelha Dolly está num dilema
Não sabe se ela é mesmo ela própria
Ou apenas fotocópia.

Helena Rodrigues

21 junho 2011

Verão

Dia de verão. Hora da sesta.
Queres uma festa? - disse a urtiga à mão.
Esta, esquiva, disse que não.
Depois, que sim.
Irra!
E a sesta acabou em comichão.

António Torrado




15 junho 2011

09 junho 2011

03 junho 2011

Gepeto - 1º Festival de Artes para Crianças



O espaço era óptimo.
Os velhos fartaram-se de discutir. Nós também, faz parte.
E o público fartou-se de rir. Também faz parte!

Obrigado ao Centro Cultural da Malaposta pelo convite.



01 junho 2011


Grande é a poesia, a bondade e as danças...
Mas o melhor do mundo são as crianças

Fernando Pessoa

20 maio 2011

A convite do Centro Cultural da Malaposta, vamos participar no Gepeto - 1º Encontro de Artes para a Infância.
No dia 1 de Junho apresentaremos às 11 horas O Pinto Pançudo e às 15 horas Os Três Pedidos, ambos no Largo D. Dinis, com entrada livre.

11 maio 2011

Externato Abelhinha - Maio 2011

Voltámos ao Externato Abelhinha, primeiro aos mais pequenos e depois ao 1º Ciclo. Para ficarem com o sabor da história e porque temos um carinho especial por esta escola, deixámos uma linguíça!

02 maio 2011

Daniel Rozin





Daniel Rozin nasceu em Jerusalém, formou-se como designer industrial e vive actualmente em Nova York. As suas instalações de arte digital mudam e respondem à presença do observador, a ponto deste se tornar conteúdo ou criador da peça.

27 abril 2011

20 abril 2011

Adele Enersen








Enquanto a sua bebé dorme, Adele Enersen, cria estes cenários para fotografar.

15 abril 2011

Giotto (1266 - 1337)


-Tal como Adão foi o primeiro homem da terra assim Cimabué foi o primeiro pintor de Itália. E foi ele quem descobriu o talento do jovem Giotto. Passou-se isto há mais de cem anos numa manhã de Primavera. Voltava então Cimabué duma viagem quando, a meio dum caminho, na vertente dum monte, num lugar solitário e selvagem, viu um grande penedo todo coberto de desenhos. Eram desenhos simples, mas cheios de beleza e de verdade.

- Quem será o pintor que vem pintar as pedras das colinas? - exclamou Cimabué, maravilhado e cheio de surpresa.

E abandonando o seu caminho atou o cavalo a uma árvore e resolveu ir examinar outros pedragulhos que se avistavam ao longe.

Depois de ter caminhado quase meia hora por entre pinheiros, cipestres, urzes e tojos, encontrou um rebanho com o seu pastor.

Enquanto as ovelhas pastavam a erva tenra de Abril, o pastor, ajoelhado em frente dum penedo, desenhava. Era um rapazito que aparentava uns doze anos de idade e estava tão atento, tão absorvido no seu trabalho, que não viu chegar Cimabué nem ouviu o barulho dos seus passos. Estava a desenhar um cordeiro. E havia tanto amor, tanta verdade e tanta beleza no seu desenho que o coração de Cimabué se encheu de espanto e de alegria.


Andresen, Sophia de M. B. (1993). O Cavaleiro da Dinamarca. Porto: Figueirinhas.

02 abril 2011

No Quarto 2100


No quarto dois mil e cem
do Grande Hotel Peregrino,
Guerrico Gambozino
sabe o que tem a fazer:
desfazer
a cama muito desfeita
até ficar perfeita
com o lençol de cima posto por baixo,
cobrindo o feio tapete
que serve bem de enxergão
na vez do lindo colchão
que no chão faz de tapete.
Edredão acolchoado
completará o conforto,
deitado aos pés, enrolado,
a fingir de tigre morto.

Violeta Figueiredo

01 abril 2011

"Quem boa cama desfaz
nela se deita e aproveita."
Provérbio gambozino
Recolha de Violeta Figueiredo

21 março 2011


Árvore

A semente dorme na
placenta, húmida, da
Terra. Mas começam a
percorrê-la murmúrios
de água e Primavera.
Torna-se raiz e caule,
que irrompe da sua
prisão sem luz para
beber os ventos e a
claridade do dia. O
tronco firma-se como
um mastro e caminha
para os céus, claros,
num apelo a ninhos.
Em breve, brevezinho,
desfarlda-se em ramos
e folhas que atrem
uma floração de asas e
de cânticos. E a árvore
começa a ser, a dar e a
permitir vida.

Luísa Dacosta


10 março 2011

01 março 2011

Na tarde de Carnaval, apresentaremos O Pinto Pançudo no espaço To Be Kid, em Telheiras.

To Be Kid
Alameda da Quinta de St.º António 5 - f
Lisboa
910910668/67

24 fevereiro 2011

Era a Chapeuzinho Amarelo.
Amarelada de medo.
Tinha medo de tudo,
aquela Chapeuzinho.
Já não ria.
Em festas, não aparecia.
Não subia escada
nem descia.
Não estava resfriada
mas tossia.
Ouvia conto de fada e estremecia.
Não brincava mais de nada,
nem de amarelinha.

Tinha medo de trovão.
Minhoca, para ela, era cobra.
E nunca apanhava sol,
porque tinha medo da sombra.
Não ia pra fora pra não se sujar.
Não tomava sopa pra não ensopar.
Não tomava banho pra não descolar.
Não falava nada pra não engasgar.
Não ficava em pé com medo de cair.
Então vivia parada,
deitada, mas sem dormir,
com medo de pesadelo.

Era a Chapeuzinho Amarelo.




19 fevereiro 2011

14 fevereiro 2011


Cupido e Psique, de António Canova

Primeiro Amor

- Mãe!Vejo um rapaz tão belo!
- Sol! Depressa! Deixa uma coroa de oiro nos seus cabelos...
- Mãe! O belo rapaz foi-se embora...
- ...
- Mãe! Segura-me! O meu coração é uma rosa sem haste...
- Sol! Depressa! Enxuga o pranto do seu rosto.
Mas depressa...

Matilde Rosa Araújo

09 fevereiro 2011

02 fevereiro 2011

Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco


Desta vez, do público faziam parte bebés e crianças com cerca de 3 anos. Alguns dos mais novos levantavam-se para dar ao pinto um bago de milho imaginário. Infelizmente, não os podemos mostrar nas fotos.

O edifício da biblioteca é amplo e luminoso, pelo que recomendamos uma visita. Contém o espólio bibliográfico de Eduardo Prado Coelho e uma interessante escultura em madeira de Paulo Neves.

28 janeiro 2011

Mais sinónimos

Deslembrar (Vasco, 5 anos) - esquecer.

Sobrevivação das trevas (?, 7 anos) - poder sobrenatural de ressuscitar.

23 janeiro 2011

O nosso Pinto Pançudo foi convidado a estar presente na Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco (Vila Nova de Famalicão), no dia 28 de Janeiro. Faremos uma sessão às 10 e outra às 11 horas.

18 janeiro 2011

Na Casa das Histórias Paula Rego...


podemos ouvir contos de fadas, contados por Letícia Liesenfeld, no dia 29, pelas 16 horas.
A entrada é livre.

14 janeiro 2011